Gran Life lança campanha em prol da Santa Casa de Misericórdia

Santa Casa de Misericórdia

Em comemoração ao aniversário de 113 de Anápolis, celebrado no dia 31 de julho, nós, do Gran Life, lançamos uma campanha em prol da Santa Casa de Misericórdia da cidade. A ação – que conta com o apoio da ABL Prime e Atmos Engenharia – terá uma duração de 60 dias.

A ideia da campanha, que recebe o nome de Juntos Somos Mais, é incentivar a população anapolina a doar qualquer quantia em dinheiro para instituição durante este período. Pois, a cada R$ 1,00 doado nós iremos realizar uma doação no mesmo valor. Em outras palavras, a nossa proposta é dobrar o valor arrecadado.

Mas para que essa campanha seja possível e nós tenhamos um resultado positivo, a sua solidariedade e parceria é fundamental! Por isso, nós te convidamos para ser o nosso parceiro nessa ação que irá ajudar a Santa Casa de Misericórdia, de Anápolis, a transformar a realidade de muitos pacientes.

As doações podem ser realizadas aí da sua casa de forma bem simples e rápida através do PicPay. Além disso, a contribuição pode ser feita em qualquer quantia. Então, não deixe de ajudar essa instituição, que atua há mais de 60 anos em Anápolis, cuidando com muito carinho e ética do nosso bem mais precioso: a nossa saúde.

Santa Casa de Misericórdia de Anápolis

A Santa Casa de Misericórdia nasceu em 1946, com o propósito da Fundação de Assistência Social de Anápolis (FASA), em assistir as pessoas em estado de vulnerabilidade econômica e social, acolhendo-as, além de oferecer sopa para matar a fome. Através do trabalho das Irmãs Franciscanas de Allegany e dos Frades Franciscanos da Província do Santíssimo Nome de Jesus no Brasil, nasceu o Hospital Menino Jesus, com o trabalho voltado ao aos menos favorecidos.

A cada ano houve um aumento significativo nas estruturas da unidade hospitalar e com ajuda de muitos setores da sociedade, o hospital cresceu, aumentou sua estrutura e tornou-se um grande bem à população. Atualmente, a unidade atende anualmente mais 500 mil pessoas advindas de Anápolis e mais de 50 cidades, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS) e diversos convênios com planos de saúde.

Embora haja esse expressivo atendimento e serviço à sociedade, a falta de continuidade das ações do governo, notadamente na área da saúde, atinge diretamente as instituições filantrópicas que, na condição de parceiras do setor público, tornam-se vulneráveis do ponto de vista Econômico-Financeiro.

Tal deficiência leva a despender tempo e recursos para a formação de uma equipe multiprofissional que evita perdas e aperfeiçoa a sua administração, exercendo controle total dos recursos operacionais, objetivando sempre a estabilidade para manter os seus serviços em funcionamento e não prejudicar a assistência aos mais carentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *